domingo, 6 de outubro de 2013

Marina Silva, um elefante numa sala de cristais

Marina Silva é uma candidata medíocre. Não sabe discursar e não sabe tratar aos outros educadamente, ela é inadequada e sem graça. 

Ela foi convidada para ser uma agente agregadora a uma reunião importantíssima com o PSB, mas lá chegando, desdenha do anfitrião; Marina Silva se levanta e diz:

—”O PSB é um plano ‘C’”.

Maria Silva ofendeu o PSB do começo ao fim. Sorte do PPS, que escapou de uma cilada.
Que mediocridade! Mais medíocre é o anfitrião que aceita ser chamado de plano “C”. O PSB foi humilhado por Maria Silva.

Os discursos de Marina Silva não chegam perto de agradar alguém inteligente e dão sono em qualquer fã de carteirinha, por mais fanático que seja.

Marina Silva não é nem palanqueira, nem oradora de púlpito. Ela não é um R.R. Soares falando, é uma desastrada que inventa palavras enquanto discursa. Adora criar palavras terminadas em “ática”, talvez lembrando um futuro possível em no presídio de Attica.

Marina Silva só atrai os grupos de pessoas que vagamente ouviram falar do seu passado, mas ao verem-na ao vivo, decepcionam-se, e preferem sumir dali a ter de ouvir aqueles discursos enfadonhos e sonolentos. É uma coitada em termos eleitorais. Super dimensionada, Marina Silva será um fiasco eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário